The Planes of Soul

Sessão X - Face obscura

A) Numa taverna do Distrito das Guildas, dois aventureiros: O mago humano Edwen e o clérigo de Tempus humano Galael recebem uma proposta do githzerai Annuk: Acompanhar o gladiador mul Toruk na localização de seus antigos aliados, desaparecidos de uma estalagem há poucos dias em circunstâncias misteriosas. Annuk esclarece a necessidade de cumprir o contrato do bando com o gato/suplicante Jysson de resgatar animais exóticos presos por um traficante bugbear Gorum. Os desaparecidos tinham informações do real esconderijo de Gorum. O gladiador também recorda um devaneio na véspera do incidente, onde vislumbra uma figura de rosto insetóide, suspeitando se tratar de um Tri-Kreen, uma raça recorrente no seu mundo natal. Annuk indica ao trio um aglomerado/gueto de conterrâneos do mul situado no Distrito da Colméia.

B) Chegando ao Distrito da Colméia, os aventureiros têm dificuldades para suportar a grande imundice do estreito ambiente. Numa precária taverna local interrogam uma mulher de pele queimada de sol sobre a presença de tri-kreens, onde ficam sabendo que tais criaturas são incomuns na região pelos estragos que costumam causar e que ocorre uma arena de combates na região. Também descobrem o nome e direção do aglomerado de Nova Tyr.

C) Num beco da entrada de Nova Tyr encontram um trio de lentos aarakocras. A dificuldade para fazê-los cooperar provoca Galael a lançar uma oração que obriga as criaturas aladas a revelarem por completos suas informações. No novo interrogatório reforçam a baixa incidência de tri-kreens e um deles comenta ter visto um bípede com face de inseto derrubar um humano e ser capaz de se esconder nas sombras. Recomendam ao trio obter mais informações na movimentada taverna local (Sangue Podre).

D) Na estalagem confirmam a ausência dos insetóides ao negociarem com um casal, descobrindo que a arena oculta é controlada por templários, cujo acesso só é possível via uma permissão especial, conhecida pelo homem de confiança (Esteban) do dono do estabelecimento. O franzino humano mostra interesse físico e pessoal por Toruk, mas nenhuma intenção de permitir conhecerem o local. Edwen faz discretamente o uso de magia para encantar Esteban que logo se torna amigável as sugestões, inscrevendo Toruk como desafiante na próxima exibição. 2 dias depois, o trio retorna a taverna para o desafio, atravessando uma escavação ligada a uma grande câmara subterrânea onde fica a arena. Com Galael e Edwen recebendo as cortesias de Esteban, Toruk tem em sua estreia o desafio de lutar com um meio gigante enraivecido.

View
Sessão IX - O pendor da balança

A)Ainda na residencia do comerciante Ezher Tran, Trarhos recorda do velho oriental(Sozu) que ajudou o bando na revelação do conteudo de um tomo/diário. Na loja de Sozu, o ancião diz não dipor de habilidades para lidar com venenos e curas, indicando uma antiga conhecida: Uma velha sacerdotisa (Undruza) no templo de Helga. Oferece como último recurso a procura por uma taiçoeira criatura (um slaad azul) no Grande Bazar á noite, pois dizem ser capaz de resolver dificuldades do gênero. Por sugestão de Toruk, retornam a estalagem e apanham Gwaihir para acompanhá-los. No templo de Helga, o bando solicita audiência com mestres graduados, conseguindo conversar com o sacerdote-mestre (Ambrósio) que após ouvir a história, lhes pede para voltarem no dia seguinte.

B)Temendo os efeitos que a demora causariam no elfo, decidem tentar encontrar o slaadi no Grande Bazar. Dividem–se em duplas para vasculhar o lugar. Trarhos e Krull descobrem por uma dupla de “comerciantes” a localização do slaadi (numa tenda violeta). Reunidos e decididos a contatar a criatura, são observados por humanóides que Trarhos julgar serem githzerais. Voltando a tenda se deparam com uma mulher apressada que se apresenta como mensageira do templo de Helga para levá-los. Trarhos desconfia da história e propõe que aguarde o término da negociação. No interior da tenda são submetidos a estranhos efeitos causados por fontes mágicas de luz que hipnotizam Krull e Toruk. O gnomo recebe uma proposta de trato por intermédio de um par de fêmeas humanóides: Reaver uma gema purpura das mãos de um homem honrado (March) e fazê-lo pagar com sangue. Ao sairem da enigmática tenda a mulher havia sumido.

C)Voltando ao templo de Helga recebem uma resposta de Ambrósio… Por não serem devotos nem terem ligação próxima com a deusa, o sacerdote lhes oferece uma única opção: Realizar uma demanda de fé digna dos ensinamentos e valores de Helga. Motivados a seguir o caminho menos letal, o bando procura uma nova estalagem (Urso de Tranças) para elaborar uma forma de cumprir a demanda. Refletindo sobre onde e com quem poderiam conseguir colaboração escutam Gwaihir revelar conhecer o membro de uma facção (Diáspora).Toruk questiona Gwaihir sobre sua ligação com facções, mas o elfo nega e tanta convencer o mul do contrário, falhando na persuasão. Trarhos propõe oferecerem a deusa o plantio das sementes de Ygdrasil em suas posses como forma de homenagem.

D) Saindo da estalgem, Trahos e Gwaihir percebem uma dupla lhes observando do outro lado da rua. Trarhos e Kurll resolvem desafiar ambos, causando uma perseguição que termina numa armadilha, deixando-os cercados por perigosos mercenários. Com extrema dificuldade saem vitoriosos. Trarhos executa a sangue frio um dos mercenários inconsciente e Kull elimina outro por acidente. Revistando seus corpos encontram um bilhete com descrições de uma formação do grupo que incluia um anão, bem como a oferta de uma recompensa por sua captura ou eliminação.

E)Retornando ao Grande Bazaar, vendem suas armas mudanas e fazem um longo descanso na estalagem dos irmãos halflings. Ao sairem percebem que foram vitimados por um pequeno truque (saco se torna azulado e fedorento e os itens saidos tambem fedem). Voltanto ao templo de Helga, explicam seu plano e convencem Ambrósio a lhes ceder uma poção renovadora da saúde a Gwaihir, mas o mestre os obriga a fazer um juramento verdadeiro de cumprir a missão de plantar as sementes noutro plano dentro de 15 luminescencias para receberem o extrato capaz de curar em definitivo o elfo Gwaihir.

View
Sessão VIII - Mensagens nas sombras

A) Num prolongado descanso na estalagem Dentes de Cobre no Distrito do Mercado (Market Ward), o bando é surpreendido pelo repentino grito de uma serviçal sobre o mal estar do companheiro Gwaihir. Em seu quarto se veem frutas, pedaços de um copo quebrado com vinho no criado mudo e um papel escrito, protegido por um envelope de pano negro. Averiguando a estalagem reencontram o gladiador Toruk que lhes oferece uma aliança contra o bugbear Gorum. Tharhos lê o misterioso bilhete, sente um cheiro incomum e suspeitando se tratar de um envenenamento resolve fazer copia da mensagem. Os serviçais indicam que um courier da cidade (Tash), costumeiro frequentador do quarteirão dos feirantes, havia entregue o envelope.

B) No quarteirão dos feirantes, acham a barraca visitada pelo courier. Tash revela ter sido contratado para entregar o envelope segundo uma descrição do grupo (dois elfos, um gnomo e um anão) fornecida por um homem(Bravos), líder de uma gangue com marca em forma de martelo, responsável por cobrar taxas ilegais de proteção dos comerciantes noutro quarteirão.

C) Procurando informações sobre Bravos com comerciantes do quarteirão indicado pelo courier. conhecem elfos vendedores de vasos raros que explicam o esquema da chantagem para garantir falsa proteção. Indicam uma pequena praça de fronte a viela onde a gangue costuma ser vista. Fingindo interesse de fazer parte da gangue, o grupo derrota mebros da gangue que agiam como coletores de suborno semanal. Ficam sabendo que Bravos recebe pessoalmente o montante e organizam uma emboscada. Após breve combate e perseguição, conseguem capturar Bravos, recebendo muitos agradecimentos dos comerciantes, ganhando grãos especiais (sementes curadoras de Ysgard). Bravos explica que a encomenda da carta envenenada foi feita para quitar divida com um comerciante: Um bariaur(Velez) do quarteirão dos tecidos.

D) Na entrada da loja de Velez reencontram a aventureira Xandra Miloni discutindo. Miloni diz procurar o comerciante para reaver um objeto para um contratante. Numa conversa truncada, Velez acaba assumindo ter enviado o envelope como favor a outro comerciante: Um especialista em especiarias (Ezher Tran) que costuma ser seu principal comprador e também atual possuidor do item procurado pela tiefling.

E) Na loja de especiarias são mal recebidos e decidem entrar a força. Investigando cômodos no local acham passagens secretas. Derrotando vários servos do comerciante em níveis inferiores da loja, localizam uma câmara secreta, onde Ezher se revela um hábil arcano, auxiliado por uma criatura incorpórea. Rendido, Ezher expõe ser um especialista em venenos, mas que o mandante da carta era um sujeito/elfo de manto carmesim. Miloni recupera seu item (um medalhão). Ezher confessa não ser capaz de produzir cura ao veneno e não possuir ingredientes para fazer a solução em sua loja. O grupo recebe os ingredientes do veneno anotados num pergaminho.

View
Sessão VII - A disputa dos 3 desafios

A)Aprisionados no nível inferior da estalagem X no Distrito inferior(Lower Ward), os aventureiros acabam servindo como entretenimento num desafio desigual por suas vidas no clube de apostas. Em 3 combates numa arena com estrepes incomuns, cada luta é sucedida imediatamente por outra sem descanso ou intervalo. Gorum esta presente na plateia de apostadores. O grupo consegue sobrepujar os oponentes, em boa parte pelo poderio destrutivo de Krull nas lutas, mas o monge Obidus acaba morrendo no segundo desafio.

B)Depois de sobreviverem aos combates, recebem seus pertences de volta por intervenção de Toruk, mas perdem suas economias. São advertidos a não regressar sob nenhuma hipótese. Krull insiste num esforço para tentar ressuscitar Obidus, obrigando o trio a seguir ao Distrito Clerical (Clerks Ward). No trajeto Trarhos percebe serem seguidos por uma figura trajando manto carmesim, contudo não conseguem confrontá-la.

C)No templo da deusa Oghma no Distrito Clerical(Clerks Ward), buscam por sacerdotes capazes de trazer o monge a vida, contudo ao exibirem o medalhão usado por Obidus percebem algum tipo de suspeita na face de um sacerdote graduado. Sem maiores explicações, os devotos de Oghma recebem o corpo do monge e se despedem agradecidos aos aventureiros. Gwaihir se nega a fazer qualquer oração, deixando Trarhos intrigado. O trio decide reforçar seus suprimentos e retomar a busca contratada por Jysson aos contrabandistas de animais liderados pelo bugbear Gorum.

D)voltando ao Grande Bazar (Great Bazaar) no Distrito do Mercado (Market Ward), os aventureiros negociam seus itens para depois buscar uma estalagem onde repousar antes de procurar novamente o suplicante Jysson e reiniciar a procura pelo covil dos contrabandistas.

View
Sessão VI - O reverso da fortuna

A)Após longo descanso no refúgio de Delinda, tomam posse dos itens do ex-companheiro anão para revender enquanto discutem sobre a entrega do misterioso diário. Obidus insiste na importância do grupo copiar o tomo antes da entrega. Diante do impasse o monge encanta os demais para aceitarem seu ponto de vista, obtendo êxito.

B)Informados pelo monge sobre um item capaz de copiar escrituras, buscam os serviços no Salão das Informações/Hall of Information no Distrito Clerical/Clerks Ward. Gwaihir já descontente com a atitude do monge, opta por aguardar numa taverna. Analisando o tempo para execução da tarefa, optam por desistir e buscar comerciantes para revender itens do ex-companheiro anão. Obidus indica aos demais um comerciante halfling (Derion, o maneta) no Distrito das Guildas/Guildhall Ward.

C)Na loja de Derion, iniciam negociação com o halfling até convencê-lo a lhes mostrar o deposito de itens mais valiosos. Gwaihir, curioso sobre itens exclusivos, lança uma magia, assustando o halfing que aciona um alçapão por onde caem Gwaihir, Tharhos e Krull. O trio percebe que as paredes e chão no “solo” são feitas de misterioso material. Derion convoca uma patrulha Harmonium para prender os estranhos, agora acusados de tentativa de roubo e encantamento contra um comerciante. Obidus tenta apaziguar o conflito, mas acaba arrastado como cúmplice pelos Harmoniuns. Após uma longa discussão são conduzidos para a Prisão da cidade, comandada pela facção dos Mercykillers no Distrito da Senhora/Ladys Ward para uma posterior audiência e possível julgamento na Corte da Cidade/City Court.

D)Passados alguns dias na prisão, são levados para uma construção anexa a corte, onde são visitados por um advogado tiefling contratado para lhes defender. São informados que o contratante exigia saber a situação do diário. Confirmam possuírem o tomo. Orientados pelo advogado tiefling, realizam um acordo de compensação com o halfling, ofertando uma indenização logo aceita. Obidus recebe do tiefling uma mensagem para encontrarem o contratante no Grande Bazar/Great Bazaar no Distrito do Mercado/Market Ward.

E)No Grande Bazar encontram o githzerai Annukh que revela ser o contratante da defesa. O githzerai solicita o tomo para fazer cópia e renegociar o acordo feito com a halfling Gatts. Obidus pede cópia extra do material e recebe indicação de uma comerciante com quem poderia negociar itens. Com uma estranha mulher de rosto queimado revendem itens e ganham uma bolsa capaz de guardar objetos diversos. Recebem de Annukh a recomendação para procurar uma dupla de possíveis arcanos acompanhados de um gato branco numa estalagem nas proximidades (Olho manco). Conhecem o velho Ravius Dunbold, sua “aprendiz” (Taraere Ilsmiser) e o pequeno felino (Jysson). Dunbold revela que buscam um grupo de traficantes de animais para resgatar criaturas e conduzi-las em segurança de volta ao seu plano. O gato Jysson se revela um suplicante (petitioner), um ser reformado física e mentalmente pelos poderes /divindades após sua morte e diz que a missão fora dada pelo seu patrono. Em troca da colaboração, Jysson diz poder oferecer outras oportunidades que necessitem das habilidades dos aventureiros.

F)Procurando informações com touts e outros nas ruas, descobrem sobre um apostador inveterado e mal sucedido(Durden) que poderia conhecer tais serviços na estalagem sem nome em algum lugar do perigoso Distrito Inferior/Lower Ward. São informados que o reconhecimento da enigmática estalagem seria através de um X numa tabuleta. Caminhando pelo distrito, Obidus lança uma magia para localizar o cativeiro dos animais, quando ouvem sons de batalha e encontram uma tiefling lidando com um trio de bandidos. Depois de um breve combate, a jovem indica o caminho correto para a estalagem.

G)Na estalagem descobrem sobre uma arena secreta em seu interior com um minotauro guarda costas que protege uma porta sigilosa. Seguindo plano de Trarhos, fingem ser apostadores para localizar Durden. Observando atividades na arena, acompanham o embate de um combatente mul (Toruk) com um disforme humanoide (Grobba). Mesmo sabendo que o avantajado era o favorito nas apostas, Trarhos aposta em Toruk. Toruk sai vitoriosom sendo logo recepcionado pelo proprietário (Larkke). Durante o combate, abordam Durden que exige receber um valor pela informação. Negam pagar o valo indicado e quando se retiram acabam paralisados por um illithid.

H)Detidos numa cela, conversam com o gladiador e descobrem que Durden possui relação estreita com o proprietário da estalagem e sobre uma exigência receberem um rigoroso castigo. O mul também revela conhecer o bugbear (Gorum)procurado pois frequenta a arena para fazer negócios envolvendo animais. Convencido pelo grupo a tentar ajudá-los, o gladiador athasiano procura Larkke para buscar libertá-los, porém o mesmo se mostra determinado a punir os invasores, colocando-os na arena para enfrentar uma criatura de renome local: conhecida apenas como Pulk.

View
Sessão V - Sonhos violentos e doces intrigas

A) Durante descanso na estalagem (Golden Apple), os aventureiros acordam numa desconhecida paisagem: Um elevado sobre uma colina com neve por todas as direções sem o homem tatuado. Suspeitam que a situação tenha relação com os poderes do tatuado. Encontram sinais de povoado e rumam ao mesmo, percebendo alterações na percepção do tempo durante a caminhada.

B) O vilarejo semidestruído não apresenta movimento. Investigando, percebem novos sinais de alteração no tempo. Encontram uma grande construção religiosa (igreja), contendo sinais de ataque, corpos e vários objetos(cartuchos de balas, farrapos, caderno com anotações).

C) Voltando ao primeiro casebre, decidem invadir a força. Acham alçapão para um porão, onde encontram garrafas quebradas e duas crianças. Ouvem sons fortes e tomam providências para se esconderem e observar. Veem soldados com vestes cinzentas usando uma língua desconhecida, mas parecida com a do homem tatuado. Uma turbulência na visão surge e se vêem algemados num transporte subindo uma trilha. Com nova mudança provocada pelo embaralhamento da visão se veem presos numa sala de pedra. Usando suas habilidades conseguem escapar, descobrindo no caminho o uso de um tipo diferente de projétil (armas de fogo).

D) Ressurgem numa câmara subterrânea sob olhar de dezenas de soldados, suásticas por todo lado e câmeras filmando-os. O tatuado ressurge com novo visual. Se comunica diretamente com os aventureiros, dizendo-se um pesquisador militar de novos mundos para fazer experimentos. Considerando os aventureiros inúteis aos seus planos, ordena execução de todos. No mesmo instante, surge uma sombra com lâminas, revelando uma superfície esférica sob turbilhão de cores em todo ambiente. O tatuado se desespera enquanto os aventureiros assistem o desmanche da esfera e a revelação de infinitas outras esferas no exterior de uma grande muralha colorida.

E) Retomando a consciência, se vêem de volta a Sigil, com o tatuado catatônico e Thoro inconsciente. São interrompidos por duas mulheres que oferecem assistência ao grupo como hóspedes de sua senhora (Delinda)e que o estranho não deveria ser morto. Numa audiência com Delinda é esclarecido que estavam num refugio no Distrito da Senhora/Ladys Ward e que Delinda foi incumbida de resgatar o grupo antes da chegada de uma patrulha Harmonium a sua procura. Informa que o contratante viria para tratar de negócios com o grupo. Decidem aguardar para agir. Durante a espera, surge um humano (Obidus) que diz ter sido enviado por Annukh para contatar o grupo, esclarecendo que observou as ações do pessoal de Delinda ao retirarem os aventureiros da estalagem.

F) Encontram o contratante de Delinda… Um individuo de nome Vinthraxes (um yugoloth arcanaloth). Revela seu envolvimento numa disputa entre as partes que representam Lumius e Tannia, cujo prêmio era o tatuado. Vinthraxes oferece um acordo: Entregar o elixir que revelará o conteúdo do tomo em troca do homem tatuado, garantindo que não representará ameaça ao grupo. Interessados nos segredos do tomo e em se livrarem do nazista, aceitam a proposta. Solicitam a Delinda a permanência de Thoro sob seus cuidados até acharem a cura de sua condição. Usam o elixir sobre o tomo conforme instrução e as paginas revelam anotações do que parece um diário… O diário secreto de Laureen.

View
Sessão IV - Rota enviezada

A) Começam a fuga da Casa Harbinger sendo atravessados por uma força misteriosa que os impede de usar magias. Numa cela não trancada encontram um robusto elfo (Krull) descansando a seus pertences. O elfo é convencido a ajudar os demais na fuga para ver livre da confusão no lugar (enganado pela sedução de uma tielfing, acabou vendido para os godsmen).

B) Encontram uma halfling que diz conhecer uma saída secreta. Trarhos e Gwaihir encontram uma parede com dispositivos nas extremidades. Deduzem se tratar de uma seqüência que liberaria uma passagem ou saída. Conseguem acesso a um cômodo e escadaria. Descendo descobrem estar num trecho não explorado da casa.

C) Feita revista dos cômodos(dispensa e dormitórios) e captura de atendentes, alcançam o hall principal. Krull e Gwaihir criam uma rápida distração a vigias na frente da casa, fazendo a maioria se dispersar para que os demais conseguissem sair escalando um dos muros e indo para numa viela ao lado.

D) Trarhos tenta se comunicar e parecer menos hostil com o humano de suástica enquanto os demais pensavam em como andar pelas ruas sem chamar atenção. Interessados em saber a utilidade do humano para Tannia e Lumius, decidem esperar antes de entregá-lo. Thoro propõe uma visita ao templo de Clangeddin para conseguirem meios de se comunicar com o homem.

E) No templo de Clangeddin, apenas Thoro, Trarhos e o tatuado entram. Auxiliados por um sacerdote, obtém poucas informações, apenas dele ser estudioso dos planos. Ao saberem a forma como o homem foi “resgatado”, os anões exigem explicações. Sem obter respostas, o sumo sacerdote (Arandil) exige a saída de todos do templo. A maioria decide pelo acordo com Lumius.

F) Na loja e Lumius declaram sucesso da missão, aproveitam para aumentar o preço do serviço (600po por cabeça!). Gwaihir e Garra voltam a estalagem e descobrem que Lina havia se retirado da estalagem deixando um recado sobre a presença dos Harmoniuns e contato em breve.

G) Voltando a se reunirem na estalagem, incumbem Garra de verificar na sede sobre o paradeiro de Lina enquanto recuperam suas forças e mantém o visitante planar sob vigilância.

View
Sessão III - Escolha de dois gumes

A) Aguardando o desenrolar do plano, Annukh sai para buscar outras alternativas, levando Heiliah para lhe auxiliar e deixa o livro com Thoro e Garra. Em contrapartida, envia dois aventureiros: Um gnomo (Trarhos) e um elfo (Gwaihir) primes para ajudarem os demais.

B) Esperando Hvare, são abordados por uma mulher(Lina) dos Doomguards e identificada por Garra como superiora de Hvare. Informa que o matreiro se afastou para resolver pendências e assume o papel dele. Propõe intermediar o encontro com o tiefling, convocando um tout para levá-los a um contato do tielfing no Distrito dos Mercados/Market Ward.

C) Encontram a loja da comerciante e ela confirma ser um contato de Janus, mas diz que Janus nunca deixa o estabelecimento por problemas com autoridades. O quarteto decide ir de imediato ao encontro de Janus, recebendo uma pedra para atravessarem um portal num porão secreto.

D) São recebidos por um ogre e no interior são observados por bugbears. Encontram Janus que indica um comerciante de elixires (Lumius) do Distrito do Mercado/Market Ward. São convidados a falar com uma elfa albina (Tanya) que oferece uma contraproposta para arranjar a poção: Captura e “sumiço” da cidade de um homem com suástica na testa preso num local chamado Casa Harbinger.

E) Chegando no estabelecimento de Lumius, Thoro sente uma aura perturbadora, mas é convencido pelos demais a negociar. Lumius demonstra conhecer Tanya, dizendo-se alguém mais confiável. Diz ter condições de obter a poção e também pede um serviço: O resgate de um homem com suástica na testa da Casa Harbinger e que seja trazido em segurança até sua loja.

F) Voltando a estalagem, conversam com Lina, obtém algumas indicações e planejam a ação. Lina revela que a Casa é um sanatório especial no Distrito Inferior/Lower Ward, sob administração dos Godsmen (nicknme dos Sign of One) e oferece suprimentos para ajudá-los. Thoro decide ir até a casa de Clangeddin no Distrito Eclesiástico/Clerk Ward com Trarhos, deixando Gwaihir esperando na estalagem.

G) No salão de Clangeddin, Thoro procura algum aviso/recado de seu deus sobre as escolhas que faria na missão, mas nada diferente é conseguido. Aproveita para perguntar por alguns anões de seu interesse, mas tambem nada descobre. Gwaihir é abordado por Harmoniuns a procura de um grupo ligado a Tanya naquele local. O elfo nega qualquer ligação com Tanya.

H) Thoro e Trarhos resolvem visitar o Salão das Informações/Hall of Information no mesmo distrito. Estranham a rotina organizada e burocrática do local e desistem. Voltando a estalagem trocam informações colhidas e decidem “aceitar” as ofertas de Tanya e Lumius e decidir o que fazer de fato apenas depois. Visitam as duas partes e cobram extras pelo serviço.

I) Com poções de invisibilidade, o trio invade o sanatório. As coisas transcorrem bem ate serem “vistos” por uma interna demente. Gradativamente são revelados e partem numa corrida pelo local. Sem falar a mesma língua do estranho, o desacordam para facilitar o esforço de fuga.

View
Sessão II - Meias palavras numa meia pista

A) Enquanto se preparam para o dia em que voltariam a loja do ancião oriental Sozu que examinava as trancas do tomo, o halfling John abandona o grupo sem aviso. A dupla restante continua seu intento e contrata o anão Thoro, um guerreiro/clérigo que trabalhava como guarda costas na taverna freqüentada para prosseguirem sua investigação.

B) No dia combinado são abordados por uma curiosa dupla: Um humano com trejeitos mais mundanos ao estilo da cidade (Hvare) e um bárbaro meio deslocado (Garra Cinzenta), uma espécie de candidato-aprendiz a membro da facção de Hvare (os Doomguard). Investigavam a morte da jovem dona do livro achado na aventura anterior e ficaram sabendo sobre o tomo.

C) Os novos protagonistas convidam os demais para uma conversa “amigável” na taverna. Na conversa, o ranger revela que a dona do tomo roubado havia morrido e se diz disposto a pagar por informações sobre o assunto. Por fim propõe uma aliança para investigar a relação do livro encontrado com a jovem falecida e outros possíveis interessados.

D) Na loja descobrem o tomo com todas as páginas em branco, um possível efeito de alguma substância ou magia desconhecida para manter o conteúdo oculto. Hvare sugere ser um artefato e crê necessidade de obter uma forma de lê-lo. Heiliah aposta que a solução esteja numa substancia não mágica. Annukh alerta para o prazo de entrega a Gatts nos próximos 4 dias. Thoro suspeita da encrenca em que se metera e mostra desconfiança. Garra cinzenta ouve com preocupação a conversa.

E) O escriba indica um tiefling de lenço verde que freqüenta uma casa de entretenimento no Distrito da Colméia/Hive Ward chamada Taffey Lewis para informar meios de revelar o conteúdo do tomo. Hvare propõe uma emboscada: Um convite ao tiefling para negociar no Civic Festhall e sua captura nas imediações para interrogatório no quartel general de sua facção. Heiliah guarda o livro sob olhar atento de Thoro. Heileah usa um detectar magia para tentar desvendar o mistério do livro, mas só consegue identificar a natureza mágica.

View
Sessão I - Meia noite no jardim do bem e do mal

A) Caminham em Sigil pela rua na Alameda dos Mercados/Market and Guildhall Wards a elfa Heileah e o halfling John.

B) São abordados pela halfling Gatts para reaver um objeto pertencente à filha de sua senhora que estaria sob posse de um ex-affair residente numa casa com herbanário no Market and Guildhall Wards.

C) Heileah compra 2 pequenos sacos de sementes e John busca informações. Conhecem o tout Toby e o githzeraiAnnukh, seguidor de Zerthimon.

D) Chegam à residência e investigam, descobrem radiações místicas e estranhas emaranhados de raízes viscosas sensíveis a movimentos e uma pequena fonte com um liquido esverdeado. Na casa encontram um baú com documentos (familia Hamond).

E) Investigam o herbanário da familia Hamond.

F) Exploram passagem subterrânea, lutam com fungos gritadores e fungos sentinelas com tentáculos. Acham câmara com gigantesco aglomerado das raízes cujo odor obriga os aventureiros a lutar contra os efeitos da exposição.

G) Encontram fosso sob qual se reúne o aglomerado com a mesma substancia da fonte no jardim e um corpo caído sobre a margem tomado por raízes. Embaixo do jovem localizam um tomo de couro reforçado com 3 trancas mágicas.

H) Buscam especialista capaz de desfazer a proteção do tomo. Annuk sugere uma loja e o dono declara precisar de 3 dias para avaliar a natureza das trancas e uma forma de abri-las.

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.